sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Viva o Carnaval, viva a alegria que a ninguem faz mal!

Decorreu no passado dia 17 de fevereiro, pelas 15 horas, o já tradicional desfile de Carnaval do jardim de infância de Lomar em articulação com a EB1 de Lomar. Todos juntos vivemos o carnaval com muita cor, alegria e algazarra pelas ruas da freguesia de Luzim, divertindo toda a comunidade local. Ao longo do desfile recebemos os olhares embevecidos dos pais e familiares, anciosos por registar estes momentos recheados de ternura e muitas gargalhadas.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

"Uma família, uma história ,um personagem" - Bairros - Boelhe

As famílias foram convidadas a partilhar com as crianças memórias das suas infâncias. Foi sugerido que redigissem uma história tradicional que ainda se recordem ou aquela que mais as encantou na sua meninice. Posteriormente cada família construirá uma das personagens dessa mesma história de forma a demonstrar toda a sua criatividade e imaginação. Para a execução da mesma deverão utilizar todo o tipo de materiais preferencialmente os recicláveis. Todas as histórias recolhidas assim como, os trabalhos realizados, serão expostos na escola sede do Agrupamento, na semana de 20 a 23 de Março.

Inspetor Lupinhas em Boelhe

O Inspetor "Lupinhas" esteve junto da comunidade educativa da freguesia de Boelhe para promover e sensibilizar os alunos para a importância da disciplina e do respeito pelas regras sociais e de grupo. Os alunos do 1º ano da Escola EB1 de Bairros n.º 2 e as crianças do Jardim-de-infância de Bairros receberam do detetive o manual "Stop! Disciplina e autocontrolo".
O projecto "Crescer a Brincar" tem vindo a ser desenvolvido no meio escolar, ajudando o professor na tarefa de preparar as crianças para se moverem adaptativamente na sociedade. Este projeto permite às crianças saber mais acerca dos seus sentimentos, pensamentos e projetos de vida, promove o ajustamento e o bem-estar psicológico nas crianças, através do reforço dos fatores de proteção e da redução dos fatores de risco, tendo como principais objetivos, promover o desenvolvimento de competências sociais, afetivas e cognitivas nas crianças e envolver os agentes educativos no processo de ajustamento psicológico. promover no grupo de alunos, de uma forma divertida e funcional, um clima de disciplina e de respeito pelas regras do grupo.
Ao longo do ano, o inspetor/detetive "Lupinhas" (mascote do projeto) visita as turmas, onde o projeto está a ser implementado, fazendo pesquisas junto dos alunos.
Eis que vos apresentamos o "Inspetor Lupinhas" de lupa na mão e junto dos nossos alunos e pretende fazer "Crescer a Brincar".

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Carnaval em Boelhe

“O Carnaval é a segunda vida do povo, baseada no princípio do riso.”
M.Bakhtin
Nem o vento gélido impediu que as crianças saíssem, nem que fosse por um bocadinho, para espalhar o seu entusiasmo por mais um carnaval vivenciado. É um momento há muito esperado por todos aqueles que apreciam a alegria, a farra e a diversão e por isso as crianças do Jardim-de-infância e da EB1 de Bairros nº 2 não quiseram contrariar o hábito já enraizado na freguesia. Apesar do passeio ter sido pequenino, para se fugir do frio, permitiu que todos pudessem usufruir de momentos de diversão, aprendizagem, criatividade, convívio… crianças, docentes, não docentes, personagens do passado, do futuro ou simplesmente do presente, reais ou imaginárias trouxeram à rua a folia que predomina nesta quadra, animando as ruas e as gentes. O tema que o jardim se inspirou foi “Os índios”. Com muita cor e o bulício do som das maracas e dos gritinhos típicos dos indiozinhos distribuíram-se sorrisos e espalhou-se contentamento.
Para todos aqueles que nos acompanham os votos de um carnaval divertido e animado.


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

As crianças dos Jardins de Infância de Peroselo e Luzim “Viagem até ao Mundo Fantástico da Fantasia”

Uma vez mais as crianças do Jardim de Infância de Cruzeiro Peroselo e Lomar Luzim, foram assistir a uma peça de teatro “Musical Infantil: Canela Ovos e Verdade – A receita da amizade” , onde tiveram oportunidade de entrar no “Mundo da fantasia”.
A aventura começou no primeiro dia de primavera, no bosque das quatro estações. Os primeiros dias de sol, tiraram os animais das suas tocas e relembraram que depois da primavera chega o verão! Todos os anos no bosque das quatro estações, o dia da solstício de verão é celebrado com um grande piquenique. Por isso durante a estação da primavera todos os habitantes do bosque prepararam animados este grande evento, que contou com um concurso de tartes. Entre receitas e farinhas, entre músicas e boa disposição, conhecemos os simpáticos habitantes do bosque e a história de Xavier, o seu amor pela esquila Ema e a sua coragem para enfrentar e vencer o seu estranho medo das alturas.
Através das aventuras vividas pelas personagens, onde foi abordada a importância dos afetos, levando as nossa crianças à descoberta do “eu” e do “outro”, e ainda ao reconhecimento da importância das relações afetivas, bem como, exprimir emoções e sentimentos - estabelecer laços de confiança e amizade - conhecer e valorizar a amizade. Assim, toda esta vivência despertou as crianças para estes valores.
A peça sensibilizou também as crianças para as questões ambientais, nomeadamente, os cuidados a ter, para manter uma floresta limpa e livre dos incêndios.
No final foram visíveis os sorrisos de alegria e encantamento, perante toda esta vivência, que transportou as crianças para o “Mundo Mágico das Histórias” e também pelo contacto direto, que as mesmas estabeleceram com os personagens.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Crescer a Brincar


O Jardim de infância de Bairros não deixou passar despercebido o dia de S. Valentim. Contornando a controvérsia se devemos ou não de festejar este dia quisemos sobretudo “Brincar” e explorar sentimentos que são deveras importantes para “Crescer” em harmonia.

E porque não “Crescer a brincar” aprendendo a presentear e a falar de sentimentos como o amor, a amizade, a partilha, o gostar e não gostar de sentir, de pensar e de fazer.


Dentro deste âmbito as crianças realizaram desenhos alusivos àqueles que mais gostam, escutaram histórias, falaram do que sentem e também tiveram oportunidade de colaborar na elaboração do jogo “O galo dos afetos”.
O repto maior era desafiar alguém de quem gostavam a jogar com eles.
Criaram-se sem dúvida alguns momentos de intimidade muito magnificente entre pequenos e crescidos.



segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Indios - Tu Tu Tu Tup

“Índios” foi o tema escolhido no jardim de Bairros brincar ao carnaval. Para isso fomos procurar os seus costumes e tradições, e descobrimos muitas coisas interessantes.
Os índios possuem uma maneira própria de organizar a vida. Entre eles tudo é dividido com o objetivo de fazer a aldeia funcionar em harmonia.
Os índios também se divertem. Nas aldeias, eles fazem festas, danças e jogos. Porém, estas formas de divertimento possuem significados religiosos e sociais. Dentre os jogos, por exemplo, destacam-se as lutas. Estas são realizadas como uma forma de treinamento para guerras e também para desenvolver a parte física dos índios.
Podemos dizer que a alimentação indígena é natural, pois eles consomem alimentos retirados diretamente da natureza. A alimentação indígena é saudável e rica em vitaminas, sais minerais e outros nutrientes.
E com o apoio da letra da canção Tu Tu Tu Tup (Hélio Ziskind) aprendemos que “Todo mundo tem um pouco de índio dentro de si ;Todo mundo fala língua de índio Tupi Guarani. E o velho cacique já dizia tem coisas que a gente sabe e não sabe que sabia…”
Aproveitamos para experimentar frutos diferentes e confecionamos um bolo de mandioca que todos gostaram de comer


“Escola Segura” no Jardim de Infância de Cruzeiro Peroselo


Dois agentes da GNR de Penafiel, do programa “Escola Segura”, deslocaram-se ao Jardim de Infância de Peroselo, com a missão de alertar a população mais jovem de Peroselo, para alguns perigos com que as crianças se podem deparar.
Assim, através da passagem de um pequeno filme e dos diálogos estabelecidos com as crianças, as mesmas foram sensibilizadas, para o facto de sempre que viajarem de carro, utilizarem a cadeira ou o banco elevatório e o cinto de segurança, bem como, ao atravessar a estrada devem-no fazer sempre nas passadeiras, olhando para a esquerda, para a direita e novamente para a esquerda, caminhar sempre pelo passeio, ou junto à berma da estrada, não brincarem junto à estrada, não falarem nem aceitarem nada das mãos de estranhos, se não estiverem na presença de familiares, entre outros conselhos, foram ainda alertadas para os perigos domésticos, como não tocar em objectos cortantes, ferramentas e aparelhos eléctricos, não mexerem nos medicamentos, etc. Para além de terem sido sensibilizadas para chamarem um adulto para abrir a porta, quando alguém bate à porta ou toca a campainha.
Esta actividade superou as espectativas, na medida em que os agentes da GNR, souberam cativar as crianças colocando-as à vontade, desmistificando os medos e ansiedades das crianças perante uma “farda”, em que, de uma maneira geral, todas as crianças interagiram de forma ativa, contando situações vividas e colocando questões.
No final, os agentes distribuíram um panfleto a cada criança para leitura em família, com alguns conselhos uteis, pois é sempre bom relembrar, e como diz o ditado, “Estamos sempre a aprender!”.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Visita ao Museu de Penafiel- Jardim de Bairros

Os meninos e as meninas do Jardim-de-infância de Bairros visitaram o Museu Municipal de Penafiel, uma prática que tem vindo a ser habitual nestes últimos anos. A visita iniciou-se com a exploração das salas temáticas, previamente escolhidas pelas docentes: a Sala da Arqueologia (o grupos dos mais velhos) e a Sala da Água e da Terra (grupos dos mais novos) tendo sido orientada por uma técnica especializada. O objetivo das atividades desenvolvidas em cada uma das referidas salas consistia no consolidar de conhecimentos e no aprofundamento e sistematização da informação que é transmitida tendo sido adequadas ao nível etário das crianças. O grupo dos mais velhos foram desafiadas a experimentar as diferentes fases d trabalho arqueológico e a participar numa “escavação arqueológica” enquanto o grupo dos mais novos teve a oportunidade de experimentar as diferentes fases da produção do ciclo do pão, desde do cultivo dos cereais até á degustação da broa. Sem dúvida que este dia foi muito enriquecedor em novos saberes e em experiencias lúdico/educativas.