sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

A nossa Festa de Natal...

   E dezembro foi passando, talvez rápido demais para as agendas dos adultos, entretanto aos olhos dos mais pequeninos parecia ainda demorar uma eternidade para a chegada do Pai Natal ao nosso Centro Escolar. Estivemos envolvidos neste espírito natalício durante estes dias com histórias, trabalhos, ensaios e muitas brincadeiras que deixavam as crianças mais eufóricas e felizes do que é habitual. 
   Hoje, finalmente, realizou-se a nossa bonita festa de natal em articulação com o 1º ciclo. Com a colaboração preciosa dos professores das AEC's de Educação Musical e Educação Física apresentaram umas coreografias fantásticas que aliciaram pequenos e graúdos
       Aqui estão algumas imagens dos mais pequeninos.
    A chegada do Pai Natal foi um momento hilariante!
    Não podemos esquecer de agradecer a ajuda fundamental do Presidente da Junta de Boelhe que colaborou nas prendas das crianças assim como no lanche surpresa de pizza e coca-cola para todos. 
 Hoje também foi dia de levarem os presentes para ofertarem à família.  Houve muita dedicação e carinho na elaboração dos mesmos. Esperamos que gostem!

   A todos as crianças, pais e comunidade que nos acompanham desejamos um Santo e Feliz Natal, com os votos sinceros de um Ano Novo cheio de Prosperidade.
   As educadoras Ana e Cristina!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

"Trazan"

Hoje fomos ver o Tarzan! Foi um espetáculo muito bonito! 
E no final tiramos uma fotografia com alguns dos artistas patinadores! 

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Passinho a passinho a caminho do Natal!!

  No nosso Jardim já paira no ar um cheirinho a Natal… As histórias, as músicas, os enfeites, as atividades e as decorações vão surgindo lentamente para conseguirmos saborear toda a magia que esta época toca nos nossos corações. Já escrevemos a carta ao Pai Natal… Porém antes de o fazer estivemos a escutar a história do João, que sugeriu ideias para os presentes neste natal. Cliquem no link para assistirem à história:
As histórias de Natal assumem, neste contexto, um papel fundamental para a interiorização do sentido do Natal, com a exploração de valores, de sentimentos importantes inerentes a esta época festiva, afastando, assim, a exagerada importância atribuída, atualmente, às prendas, ao Pai Natal e aos brinquedos.”
  Nós compreendemos bem a importância da mensagem da história e ficamos de sugerir aos nossos pais alguns presentes iguais aos pedidos pelo João. Mas mesmo assim resolvemos escrever a carta ao Pai Natal solicitando uma única e pequenina prenda para recebermos no nosso sapatinho na noite de natal.
  Envolvidos neste tema mágico quisemos decorar a nossa árvore de natal... melhor será dizer as nossas árvores de natal! Pintamos e decoramos um adorno com a nossa fotografia para colocarmos na árvore de todos os meninos do Jardim. Que catita ficou com todos nós pendurados!!!!
   A árvore da sala também ficou bem bonita com a colaboração de todos. As luzinhas, as bolas e fitas foram colocadas a preceito não esquecendo, claro, do presépio. 
  E por fim a "Árvore da família"! A fotografia não é a melhor mas como está exposta nos vidros da entrada do nosso Centro Escolar dá reflexo e não demonstra a sua beleza real. Mas o que é importante é que todos se envolveram na sua elaboração decorando-a com diferentes materiais, tornando-a na árvore mais bela de todas!

   Deixamos agora algumas imagens dos trabalhos que fomos realizando nestes últimos dias.


sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Um pouco da nossa semana...

Esta semana estivemos a brincar com a matemática...   
São atividades relacionadas com a vida diária que ajudam as crianças na aprendizagem do conceito numérico, através da manipulação e experimentação de materiais e fazendo raciocínios para relacionar conjuntos (associações, seriações, comparações, etc). É a partir destas experiências que as crianças começam a contar um a um os objetos dos conjuntos que formaram e lentamente por repetição e/ou memorização ficam curiosas pelo conhecimento da numeração escrita. 
Brincar a aprender é a melhor forma de crescermos em sabedoria ... 
Realizamos alguns desafios em torno das diferenças entre imagens e praticamos um jogo interativo dos opostos. Cliquem no link:
As experiências são atividades que nos agradam imenso e mais uma vez revelamos o nosso sentido crítico, a nossa capacidade de observação e resolução de problemas.
 E desta forma se despedem os pequenos matemáticos-científicos, desejando a todos um bom fim de semana. 

domingo, 20 de novembro de 2016

À descoberta do EU...

O tema do corpo humano continua a ser abordado com alguma insistência justificando-se pela necessidade de enfatizar, a partir de observações, a necessidade da criança conhecer corretamente as funções do seu corpo e estabelecer relações de movimento que lhe pertençam na sua totalidade, revelando sentimentos, emoções, experiências vivenciadas, identificando a importância de criar hábitos e atitudes integradas ao corpo possibilitando, desse modo, a construção da sua personalidade e da sua identidade. Esta semana andamos à volta do corpo (sobretudo na cabeça e nos órgãos dos sentidos nela inseridos), quem somos e como nos chamamos. A história “O corpo humano é uma casa” foi a escolhida para reforçamos conceitos.
Clique no link para assistir à história:
As atividades daí realizadas foram aliciantes para os mais pequenos. Eis algumas fotos que demonstram todo o empenho e criatividade dos nossos pequenos artistas.
As nossas salas ficaram bem giras… Estão todos pendurados ao teto! 
A musica escolhida para aprendermos recaiu na canção da Alda Casqueira "5 sentidos".
 
Para terminar a semana houve, como é habitual, a hora do conto e a história escolhida foi “O tio lobo”. E como às sextas-feiras é dia de levar livro para casa lá foram escolher a história para ser lida em família. 
Até breve! 



terça-feira, 15 de novembro de 2016

Um pouco da nossa "Escritaria"...

 “A Ratinha e a avelã” é uma história bastante promotora para abordar alguns conceitos matemáticos e linguísticos.
Clique no link para assistir à história: 
  É através das histórias/livros, que as crianças descobrem o prazer da leitura e desenvolvem a sensibilidade estética. As histórias lidas ou contadas, recontadas e inventadas pelas crianças, de memória ou a partir de imagens, são um meio de abordar o texto narrativo que, para além de outras formas de exploração, noutros domínios de expressão, suscitam o desejo de aprender a ler. O gosto e interesse pelo livro e pela palavra escrita iniciam-se na educação de infância e o educador é fundamental neste processo ao criar ambientes promotores de envolvimento com a leitura e a escrita, permitindo o desenvolvimento de atitudes e disposições positivas relativamente à aprendizagem da linguagem escrita.
   O Projeto “Escritaria” tem sido desenvolvido satisfatoriamente perante o envolvimento notório que as crianças têm demonstrado. Na nossa “árvore” vai surgindo novas folhas com palavras que posteriormente dão surgimento à construção de frases, inventadas crianças. Cabe por isso ao educador orientá-las a construírem frases corretas, quanto ao conteúdo e organização, e mobilizar formas cada vez mais complexas de estrutura sintática
   Estabelecendo depois uma ponte para a linguagem escrita procura-se no quotidiano o contacto com diferentes tipos de texto manuscrito e impresso (narrativas, listagens, descrições, tabelas…), o reconhecimento de diferentes formas que correspondem a letras, a identificação de algumas palavras ou de pequenas frases que permitam uma apropriação gradual da especificidade da escrita não só ao nível das suas convenções como da sua utilidade. Neste processo procedente de aprendizagem da escrita, as primeiras imitações que a criança faz do código escrito tornam-se progressivamente mais próximas do modelo, podendo verificar tentativas de imitação de letras e até a diferenciação de sílabas. Começando a perceberem as normas da codificação escrita, as crianças irão desejar reproduzir algumas palavras (o seu nome, o nome dos outros, palavras e/ou frases que o educador escreve, etc). 
    Deixamos aqui um pouco do que temos trabalhado neste projeto.







sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Comemoração do dia de S. Martinho!

   O santo padroeiro do nosso concelho é o S. Martinho e por conseguinte determinadas atividades e tradições são dinamizadas ao longo de alguns dias mantendo-se enraizadas na comunidade. Destacamos a feira que se realizou nas instalações do Centro Escolar e o magusto, em articulação com o 1º ciclo. Apesar das ameaças da chuva conseguimos que o sol se motivasse a comparecer e a participar, ainda que timidamente, num momento divertido de convívio e amizade. 
   Ficam aqui alguns momentos para mais tarde recordar!

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Com cheirinho a S. Martinho!

 Com o início da semana começamos a sentir o cheirinho a S. Martinho! Principiamos o nosso trabalho com a visualização e exploração das histórias da "Maria Castanha" e da "Castanha Lili". 
    Ambas as histórias serviram de motivação para a elaboração de diversas atividades onde o entusiasmo era bem patente. Entre a picotagem, a pintura com café, carimbagem, dobragens e colagem todos "arregaçaram" mangas para concluírem os seus trabalhos com empenho e satisfação. 
 
E hoje escutamos a Lenda de S. Martinho em PPT e relembramos a música da Alda Casqueira que canta a lenda de uma forma muito gira.  

   Vejam alguns dos trabalhos alusivos à lenda...

   
    E é claro que também estivemos envolvidos a realizar o nosso colar da Maria Castanha e o suporte para colocarmos as castanhas assadinhas que amanhã teremos no nosso Magusto. 
   Cá voltaremos para mostrar essas novidades. 

sábado, 5 de novembro de 2016

Atividades com a história "Os 3 Ursos"

As histórias infantis são as melhores ferramentas a favor de um educador em contexto na sala de atividades. Com alguma imaginação pode-se utilizá-las de forma a explorar todos os seus recursos podendo-se fazer do processo ensino-aprendizagem um momento único e inesquecível aos mais pequenos.

Esta semana estivemos envolvidos com a história “Os três Ursos” e as diversas atividades desenvolvidas, trabalhadas ludicamente, possibilitaram que as crianças explorassem o imaginário, a interpretação, a experiência, a dramatização e o reconto, facilitando e despertando o interesse do aprendizado. A presente história proporciona a exploração de diversos conceitos matemáticos (contagem, seriação, ordenação, quantidade, altura, tamanho, intensidade, temperatura,…). A linguagem oral e escrita, as artes visuais e a música não foram descuradas. Deixamos aqui algumas fotografias que retratam um pouco a envolvência e as dinâmicas observadas nas atividades realizadas. 

O projeto “Aprender… experimentando”, delineado pelo Departamento Pré-escolar, continuará a ser difundido no presente ano letivo visando desenvolver o espírito crítico e a curiosidade científica, assumir uma atitude reflexiva perante os resultados e incrementar estratégias de resolução de problemas. 
Desta forma resolvemos iniciar o referido projeto, já que todos parecem estar bem integrados nas dinâmicas do Jardim, com a confeção de gelatina, uma vez que seriam reforçados determinados conceitos anteriormente trabalhados tais como o dissolver, afundar, estado líquido e estado sólido, etc… Para confecionar a gelatina as crianças depararam-se com água quente, fria e morna, tal como as papas dos 3 ursos, e observaram a passagem do estado líquido para o estado sólido das coloridas gelatinas.   
E foi uma delícia saborear a gelatina fresquinha e sólida, tal como referiram! E para culminar todas estas tarefas também houve uma música apropriada para a ocasião. Ao contrário da Caracolinhos de Ouro que não tinha boas maneiras os meninos souberam comportarem-se devidamente e fizeram questão de ver e cantar o vídeo da música da Maria Vasconcelos.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Traquinices cheias de doçuras...

Até há pouco tempo, 31 de outubro era uma data qualquer, já que não se encontrava qualquer referência com nossa cultura. Mas isso mudou. Hoje em dia é quase impossível este dia passar despercebido, sobretudo no nosso Jardim-de-infância/escola, já que são as próprias crianças que sugerem e ditam todo um conjunto de atividades e situações inerentes a este tema. E quer seja pertinente ou não abordar toda esta temática de bruxas, monstros ou vampiros foi bem patente a envolvência quer dos docentes, não docentes, crianças/alunos e encarregados de educação na decoração do nosso Centro Escolar de Boelhe. Vejam um pouco o ambiente “bruxesco” que existia em nosso redor (Confeção de bruxas realizada pelos pais/encarregados de educação dos alunos do 1º ciclo).

No Jardim-de-infância contornamos este dia com muita brincadeira e sem medo… E claro não faltaram histórias, músicas e surpresas para adoçar tanta malandrice e traquinice. 


E perante tantas bruxas só nos restava cantar a musica da Alda Casqueira “OH Bruxa má”… 


quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Dia das Bibliotecas Escolares

              Hoje celebra-se o Dia das Bibliotecas Escolares!
  Este dia tem como objetivo destacar a importância das bibliotecas escolares na educação, assim como promover o gosto pela leitura.
 As bibliotecas escolares desempenham um papel muito importante nas escolas e são um veículo de transmissão de conhecimento, não apenas através dos livros mas também das atividades que aqui se desenvolvem.
   No âmbito do "Dia das Bibliotecas Escolares" promovemos a atividade "Dar voz à Poesia", diligenciada pela equipa da BE do nosso agrupamento, e preparamos uma poesia para declamar aos amiguinhos do 2º e 4º ano. Com o pictograma preparado conseguiram "ler" com muita entoação e rigor. 

 Ainda conseguiram recitar o poema do escritor José Mota intitulado "A Bruxa Castanha", também ele em pictograma.   Amavelmente os meninos do 4º ano prepararam um momento muito divertido. Apresentaram-nos o Abecedário Maluco! 

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Eu e o meu corpo...

No início da semana encetamos a temática do esquema corporal. É através do corpo que a criança interage com o meio… Se ela conseguir desfrutar de uma imagem correta de si mesma e conhecer adequadamente o seu corpo conseguirá usá-lo como ponto de referência para a sua aprendizagem e, consequentemente, conhecimento para conseguir interagir, brincando/aprendendo.
 Esquema corporal é o conhecimento do corpo como um todo e as partes que o compõem. As atividades desenvolvidas estão a ser trabalhadas em simultâneo com as da coordenação viso-motora e orientação temporal e espacial pois os movimentos do corpo integram-se no espaço e no tempo.
Destacamos até ao momento algumas atividades desenvolvidas:
Através de pequenas adivinhas, relacionadas com o corpo as crianças, descobriam as soluções e colocavam as peças no devido local. 
Através de pequenas adivinhas, relacionadas com o corpo, as crianças, descobriam as soluções e colocavam as peças no devido local. 

Com as caixas que recolhemos das ruas aquando a realização da “Escritaria” em Penafiel, construímos dois puzzles, de 3 peças, para as crianças mais pequenas montarem a figura do menino (“David”) e da menina (“Andreia”).
Foram contornados silhuetas de algumas crianças e posteriormente executada a sua decoração com diversos materiais e técnicas.  
Pintaram, recortaram e construíram uma figura humana articulada onde foi possibilitado brincar com a mesma reproduzindo movimentos sugeridos pela educadora (mãos para cima, levantar uma perna, tapar um olho, perninhas à chinês, etc…).
A música da colega Alda Casqueira “O meu tesouro” tem sido cantarolada e aprendida pois a sua mensagem é muito pertinente e adequada ao tema abordado.  
Continuar-se-á a abordar esta temática ao longo da(s) semana(s) e em articulação com a aula de Educação Física e Educação Musical serão reforçados conceitos e assimiladas novas noções.


quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Articulação + Caracóis = iupiiii!!!!

  Hoje tivemos a visita da turma do 4º ano que nos brindou com uma canção/dança sobre os planetas. São sempre momentos muito importantes e enriquedores que vivenciamos em conjunto quando articulamos, pois compreendemos que “aprendendo em conjuto, poderemos atribuir mais significados ao aprendido” e que “não articulamos porque estamos em espaços contíguos; articulamos porque, em conjunto, podemos aprender mais”. Um obrigado muito especial à professora Susana Cruz que contribuiu para que este momento fosse possível e especial. Esta semana já tinhamos presenteado os meninos do 1º e 3º ano com uma canção (Rebola Xuxu) e sentimo-nos muito bem com a nossa prestação. Temos a certeza que muito momentos especiais irão ocorrer ao longo deste ano letivo.


E falando agora em caracóis temos a revelar que continuamos a deliciar-nos com estes amiguinhos.
A história do António Torrado “A nuvem e o caracol” serviu de mote para dramatizarmos com fantoches este conto. (O fantoche é uma excelente estratégia para ensinar a ler com prazer, para ensinar a ler com prazer, para fazer da criança um ser criativo, dinâmico, consciente e produtivo. Tem-se como objetivo desenvolver determinadas habilidades como a observação e expressão oral, de ouvir, de expressar-se com clareza e de possuir objetividade em transmitir e receber informação). 

  Com os nossos amigos caracóis tivemos a trabalhar a matemática. Construímos conjuntos de caracóis grandes e pequenos, realizamos a sua pesagem e verificamos qual o mais leve e o mais pesado, ordenamos por ordem crescente e decrescente, fizemos contagens e registos gráficos. 

  Tudo foi feito sem os magoar e com todo o cuidado mas mesmo assim alguém sugeriu que eles seriam mais felizes se estivessem na rua, pois dessa forma poderiam ir para onde quisessem e fazer o que mais gostassem. Assim acordado, lá os colocamos na relva do nosso Jardim. Que sejam muito felizes e que tenham muitos “filhinhos”!
Colorim colorado, este conto está terminado!

terça-feira, 18 de outubro de 2016

À volta do caracol!!!

Temos andado à volta dos caracóis! Tudo começou quando a educadora nos fez uma surpresa ao trazer, numa caixa de sapatos, uma família de caracóis que tinha encontrado perto de sua casa. Logo se criou um burburinho de excitação que nos fez querer vê-los de mais de perto, de tocá-los e desafiá-los a brincar junto de nós. Para sabermos mais sobre este simpático bichinho ouvimos algumas histórias entre elas “O caracol e a caracola”.


Ficamos a conhecer algumas caraterísticas interessantes deste molúsculo e ficamos entusiasmados com as diversas atividades que realizamos, até ao momento. 
Hoje tentamos mais uma vez realizar uma corrida de caracóis mas constatamos que os nossos amiguinhos não estavam para correrias mas sim com vontade de brincar… só queriam mesmo brincar, encavalitando-se uns nos outros. 
Durante esta semana iremos continuar "à volta" dos caracóis pois haverá muito que explorar e descobrir sobre estes novos amiguinhos.

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

"Escritaria" no Pré-escolar

Recentemente demos início ao Projeto “Escritaria” incluído no PAA de Departamento Pré-escolar, na atividade “Brincar com as Palavras”. Com o mesmo pretende-se aplicar diferentes e motivadoras estratégias de leitura e escrita promovendo a literacia através do caráter lúdico, desenvolvendo a expressão oral e escrita, a imaginação e o gosto pelos livros/histórias.
A formação da leitura e da escrita na criança da Educação Infantil perpassa pelas brincadeiras como grande possibilitadora de interações, por todas as formas de comunicação, expressão e registro. Deseja-se privilegiar um trabalho que considere a diversidade de tipos, gêneros e suportes textuais, por meio do contato diário com livros, revistas, histórias em quadrinhos, jornais, panfletos…; a leitura frequente de histórias; escrita na presença das crianças quando esta se fizer necessária; incentivar as crianças a escreverem palavras e a inventar textos de forma espontânea. É lendo e escrevendo que a criança avança, pois no ato da leitura e da escrita ela vai elaborando hipóteses que a ajudam a enfrentar as contradições que encontram nos usos da linguagem escrita.                 
Nestes últimos dias preparamos todo o cenário para aliciar os dois grupos, em articulação, a participar ativamente no presente desafio. Através das histórias que são lidas e apresentadas diariamente destacaram-se algumas palavras que posteriormente foram utilizadas na construção de frases. Ainda haverá muito a se explorado contudo deixamos aqui um pouco do que já fizemos nestes dias.





sexta-feira, 14 de outubro de 2016

As nossas novidades outonais...

      O outono já chegou... E com ele uma série de explorações e atividades que nos ocupou estas últimas semanas. Esta nova estação do ano fez-nos "arregaçar as mangas" e começar logo à procura de elementos que a identificassem... Descobrimos folhas de tantos tamanhos, feitios e cores... Desvendamos os frutos desta estação (uma vez que é conhecida como a "estação das Frutas" pois é a melhor época para o desenvolvimento das mesmas já que não sofrem o calor excessivo do verão nem o frio intenso do inverno). Exploramos os sentidos com os sabores, texturas  e cores desses mesmos frutos e deliciamo-nos com as compotas que foram confecionadas com a nossa cooperação e colaboração dos pais com o fornecimento dos ingredientes. Ah! e ainda ficaram alguns marmelos, açúcar e boa disposição para um dia destes fazermos marmelada.



       E por fim é de salutar a participação dos pais de ambas as salas para o envolvimento do primeiro desafio lançado pelas educadoras relacionado com a estação até agora realçada. Pais e crianças revelaram empenho e criatividade na execução da tarefa proposta. Vejam se é ou não verdade...

       E assim revelamos um pouco do que até agora fizemos e sempre que nos for possível aqui voltaremos para abrirmos a "janela" do nosso Jardim para divulgar o que temos andado a fazer!

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Aqui estamos...


Nos olhos de todas as crianças se escondem os segredos da felicidade. O mundo é uma infinita fonte de descobertas e brincadeiras, e os seus sorrisos fáceis conseguem tudo simplificar e iluminar.

      Nos olhos de toda a criança não existe maldade, apenas vive a inocência que aos poucos a vida roubará com a promessa de que o mundo será dela... Com a garantia de que conquistarão o mundo se deixar de sorrir tão facilmente.

      Criança é futuro, é certeza de vida e alegria, mas criança é também o espelho de cada um de nós, do que fomos e no tempo se perdeu.
     Mas por muito que possamos achar que já sabemos tudo, existe todo um mundo de sabedoria que devemos procurar nas nossas crianças pois elas acreditam que tudo é possível e são inesquecívelmente felizes com muito pouco.

     Ficam aqui apresentados alguns dos sorrisos extremosos e traquinas dos dois grupos que florescerem no Jardim de Boelhe!
     Em breve daremos notícias!

domingo, 5 de junho de 2016

Atividades do Departamento da Educação Pré-Escolar

Projeto “Letras e números de mão dada com a Natureza»

No âmbito deste projeto, os grupos do Pré-Escolar dos Jardins de Infância do Agrupamento, construíram uma Manta da Poesia, com a elaboração de pequenos textos poéticos, quadras, poemas, devidamente ilustrados e explorados nas salas com as crianças.

Os objetivos delineados para esta atividade nomeadamente, desenvolver a imaginação e o gosto pela poesia e a expressão gráfica, promover a literacia e o gosto pelas histórias, foram atingidos, sendo notório o interesse e a participação das crianças.


A Manta da Poesia está exposta na Biblioteca da Escola sede





Explorando o mundo mágico das histórias e da poesia…









Educação para a cidadania e participação cívica


No âmbito da Educação para a  Cidadania e Participação Cívica, as crianças aprendem a 
pôr a mesa, uma atividade transversal à área de expressão e comunicação, nomeadamente com a matemática.


















Criação de bichos da seda






Ainda no âmbito do projeto "Letras e números de mão dada com a Natureza"  foi realizado em algumas salas do pré-escolar, a criação de bichos da seda, proporcionando às crianças a observação e acompanhamento do respetivo ciclo, assim como ficando a cargo delas a sua alimentação diária de folhas de amoreira.




As crianças viram também vídeos sobre  a criação de bichos da seda e a produção da seda a partir dos casulos,  observaram a diferença entre o macho e a fêmea e fizeram desenhos; cantaram canções e ouviram histórias, entre outras, a "Lenda do bicho da seda",uma lenda chinesa. Ficaram também a saber o que é a seda, tendo sido realizados jogos sensoriais.







A Lenda do Bicho da seda
"Era uma vez uma linda imperatriz chinesa chamada Hish-Ling-Shi. Ela morava em Pequim num lindo palácio, repletos dos mais lindos objetos vistos pelos olhos humanos. A princesa porém, era uma mulher que adorava estar em contato com a natureza; assim, todas as tardes tomava chá debaixo de um frondoso pé de amoreira no jardim de seu palácio. Numa tarde, ela cumpria seu ritual, quando reparou que algo caiu dentro de sua xícara de chá quente. Era um pequeno casulo. A imperatriz ficou maravilhada com o que viu! Em sua xícara de chá quente, o casulo foi desprendendo o mais lindo e brilhante fio que ela tinha visto! Aliás, duvidava se toda a China tivesse visto igual beleza! Muito contente com sua descoberta, a imperatriz Hish-Ling-Shi, correu para falar com seu marido, o imperador Hwang-TéO imperador também ficou maravilhado com a textura especial daquele fio e resolveu guardar segredo daquela fantástica descoberta. Depois desse episódio, todos os dias, os empregados do castelo recolhiam os casulos do bicho da seda que eram usados para fazer os vestido mais fantásticos para Imperatriz Hish-Ling-ShiUm dia, o imperador resolveu dar um baile para mostrar a todos a beleza de sua Imperatriz. Hish-Ling -Shi foi à festa com o mais lindo vestido já visto. Era feito de fios tão brilhantes como o brilho da lua . Todos os convidados ficaram encantados e acharam que era um tecido mágico. Depois que o imperador revelou a todos de onde vinha aquela formosura, os chineses resolveram guardar segredo de tão maravilhosa descoberta. Eles prometeram nunca revelar para ninguém o segredo daquele fio especial, que fazia os mais lindos tecidos vistos pelos olhos humanos . E este foi um dos segredos mais bem guardados do mundo."
O segredo da fabricação do fio mágico mais macio e lindo da face da terra:  "A seda!"







 Trabalhos sobre o bicho da seda




Cantiga do bicho da seda

O bicho da seda sempre a trabalhar
Tece o seu casulo para lá morar.

Que linda surpresa vai acontecer,
Linda borboleta vai de lá nascer!