quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Comemoração do Dia Mundial da Alimentação

    O Jardim-de-infância de Vila Cova, no dia 16 de outubro, realizou uma atividade sobre a alimentação, confecionando com os frutos da época uma deliciosa marmelada.


    É importante que as crianças adquiram hábitos alimentares saudáveis. Assim, a exploração deste alimento e a sua manipulação (usando todos os sentidos), bem como a apresentação final do mesmo como algo divertido, contribuiu para que construíssem uma imagem positiva e gosto por uma alimentação diversificada. 

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

"DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO"

O Jardim-de-infância de Cans celebrou o “Dia Mundial da Alimentação – 16 de outubro” com a feitura de gelatina, desenvolvendo o paladar e não só! ....
A pesquisa realizada mostra os grandes que benefícios da Gelatina incluem sua capacidade de
Melhorar a aparecia da pele, cabelo e unhas,
Reduzir a inflamação das articulações,
Tonificar o corpo e a pele,
Melhorar a digestão,
Estimular o crescimento muscular,
Fortalecer os vasos sanguíneos e as redes intracelulares,
Otimizar o metabolismo, desintoxica o corpo,
Fortalecer os ossos,
Estimular o sistema imunológico,
Ajudar a regular o peso,
Eliminar os distúrbios do sono,
E ajudar a acelerar a cicatrização de feridas.”



O sumo de laranja foi, também, uma das atividades, porque a laranja
Controla a pressão sanguínea;
Combate o colesterol;
Melhora os problemas digestivos;
Estimula as funções intestinais;
Previne gripes e infecções;
Reforça as defesas do organismo;
Corrige a acidez excessiva do organismo;
Estimula o sistema circulatório, combatendo inflamações das veias.
  
 E sobre Vitamina C podemo-la encontrar nos seguintes alimentos:

Quantidade em mg

Alimento

42 mg de vitamina C

1 copo de suco natural de uva

63 mg de vitamina C

4 unidades de morango

27 mg de vitamina C

1 fatia de abacaxi

67 mg de vitamina C

1 prato de couve refogada

21 mg de vitamina C


146 mg de vitamina C

1 copo de suco de laranja

200 mg de vitamina C

2 cajus

84 mg de vitamina C

1 manga

28 mg de vitamina C

1 kiwi




Enfim, o Ji de Cans desenvolveu novas aquisições sobre cuidar da saúde com momentos aliciantes!

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Fruta ou legume?

  O desafio de hoje parece fácil mas por vezes fazemos alguma confusão:
Distinguir fruto de legume! Reconhecemos que alguns frutos são usados no dia a dia como fruto ou legume.
 Fomos à descoberta de imagens de frutos e de legumes nos panfletos promocionais dos hipermercados. Numa secção descobrimos várias gravuras que necessitávamos para recortar e colar no local respetivo. Foi um trabalho de grupo e por isso muito aliciante.
 Ao longo da atividade foram introduzidos os termos” fruto”, “fruta” e “legume”, ajudando a construir a ideia de que os frutos têm uma ou várias sementes e que alguns, como o tomate, são usados, na vida quotidiana, como legume…




quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Para que servem os ouriços?

Hoje o animal de estimação da nossa história foi o Ouriço-cacheiro. É inofensivo, podendo viver tranquilamente nos nossos jardins. Os espinhos são usados apenas como protecção contra predadores. Descobrimos que se alimenta de insectos(gafanhotos, escaravelhos, moscas, etc,) e ainda minhocas e caracóis. Ovos de aves, pequenas rãs e répteis , cereais e frutos silvestres, tudo pode fazer parte da dieta do Ouriço.



terça-feira, 26 de setembro de 2017

A ciência do outono...

   A palavra outono anda de boca em boca, e hoje fomos à procura dele no recreio do 1º ciclo. E qual não foi o nosso espanto quando descobrimos sementes voadoras como tínhamos visto no filme da 
” Lebrinha Cor de Mel”... 
    Ficamos muito eufóricos!!!  Apanhamos as sementes e atiramos ao ar para ver se voavam…
    Na sequência da brincadeira lembramo-nos que a Lebrinha Cor de Mel e o Ratinho do Campo também conseguiram colocar a semente a boiar e foi desta forma que iniciamos o nosso primeiro desafio do dia…
    Durante a tarde, e após uma análise exaustiva, o José Nuno descobriu que algumas sementes já não estavam a flutuar e que tinham afundado.  Além disso a água tinha mudado de cor…
    Descobrimos que as sementes que afundaram estavam partidas, logo a água foi absorvida por elas, o que as tornou mais pesadas, e fez com que fossem ao fundo.
    Foi um dia muito cientifico! 
Jardim-de-infância de Boelhe

domingo, 24 de setembro de 2017

Eu já sei...

A Educação Pré-Escolar desempenha um papel fundamental no desenvolvimento da criança, sobretudo na aquisição de regras e de comportamentos adequados de um bom cidadão.
O Jardim-de-infância reforça a importância de desenvolver “nas crianças atitudes de responsabilidade, tolerância, respeito e preservação, formando cidadãos e cidadãs capazes de participarem ativamente na sociedade onde estão inseridos, aptos a olharem o mundo de forma crítica e expressando as suas ideias.” (Cabral, 2015:29).

Trabalho de grupo da Sala da Any, do Jardim-de-infância de Boelhe. 

É fácil ter boas maneiras!

sábado, 2 de setembro de 2017

Um breve recado para as Educadoras de Infância (por Alice Vieira)

"ELAS CHEGARAM agora junto de ti.
Elas pensavam que o mundo cabia inteiro nas paredes da sua casa, e que quem lá vivia eram os seus únicos habitantes. Terás de mostrar-lhes que não é verdade.
Elas têm poucas palavras para nomear o que as rodeia. Terás de as ajudar a encontrar as que faltam.
Elas vão ver o mundo com as cores que tu puseres em cada som e em cada gesto.
Elas vão olhar para ti, aprender o teu nome, chamar-te por tudo e por nada, geralmente por nada. Que é sempre tudo.
Vais mostrar-lhes como se vive com os outros, como se aceita quem não é igual a nós, tal como se aceita um desenho pintado com todas as cores do arco-íris.
Vais aprender a ter de lhes dizer muitas vezes “ não”, sem te deixares levar pelo seu beicinho irresistível.
Mas vais também dizer-lhes muitas vezes “sim” e sentir que é para ti que elas sorriem e estendem as mãos.
Vais levá-las ao jardim quando há sol, vais empurrar baloiços que chegam ao céu, vais assoar narizes cem vezes ao dia, vais fazê-las aprender a gostar de sopa, vais ler-lhes histórias e ensinar-lhes que todas as meninas têm direito a ser princesas, e todos os meninos têm direito a ser piratas das Caraíbas.
Elas vão ser, naquele pequeno universo diário, os filhos que tens em casa, ou na escola, ou não tens, ou esperas vir a ter mais tarde.
E por vezes podes sentir uns ligeiros remorsos por teres para elas o tempo que não tens para os teus.
Elas levam-te nos olhos quando à tarde as vêm buscar. E esperas que te levem também no coração.
Elas vão acreditar em ti como acreditam nas fadas e no Pai Natal.
Elas vão pôr-te os nervos à flor da pele e fazer-te esquecer, por vezes, o que aprendeste, e perder a paciência que sempre julgaste inesgotável.
Elas vão fazer-te suspirar pela hora do regresso a casa, vão fazer-te levar muitas vezes as mãos à cabeça e proferir intimamente palavras impronunciáveis. Porque elas são crianças. E porque tu és humana.
Resumindo: elas vão-te fazer feliz para o resto da tua vida."
             
    O Jardim-de-infância é uma casa com um coração cheio de coisas boas!

 Um excelente ano letivo na arte de educar! 

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Até sempre... queridos amigos!

Cada criança que passa em nossas vidas é única… Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós. Cada momento vivenciado ao longo deste ano letivo foi importante para as nossas vidas… Valeu a pena cada instante, cada sorriso, cada vitória! Juntos construímos, passo a passo, um começo para o futuro.
E agora que chegamos ao fim desta etapa enlacemos os nossos corações e festejemos com amizade, carinho e esperança um futuro muito feliz!
As educadoras Ana e Cristina
As auxiliares Nanda e Sofia
Até sempre!
Sejam muito felizes!

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Brincar com as ciências experimentais...

Quando somos desafiados a estimular o nosso sentido crítico, a curiosidade e criatividade, alicerçada à exploração e manipulação de objetos e materiais, participamos responsável e entusiasticamente nas propostas das nossas educadoras. Partilhamos duas experiências que realizamos recentemente: “Mais, menos ou igual?” e “Explosão de cores”. No que refere à primeira começamos por relembrar os sinais matemáticos mais (­+), menos (-) e igual (=) e posteriormente podemos observar atentamente os diferentes objetos/recipientes de modo a compará-los, avaliando se os mesmos continham mais, menos ou a mesma quantidade estabelecida no “copo medida”.

Seguidamente a educadora verteu o conteúdo da água de cada objeto para o respetivo copo medida, enquanto registávamos as nossas observações, comparando-as com as nossas previsões. Como conclusão final podemos compreender que a água não tem forma própria, adaptando-se à forma do recipiente em que está contida, que a mesma quantidade de água pode atingir alturas diferentes, dependendo do recipiente onde é colocada e que quando se muda a água de um recipiente para outro, a quantidade (volume) não se altera. A segunda experiência foi lúdica, colorida e divertida. O material necessário: M&Ms, água morna e um prato raso. 

As previsões que idealizamos não estiveram muito longe do que foi constatado o que de certa forma revela que conseguimos aplicar os nossos conhecimentos nas diversas situações. 

Até breve! 

quinta-feira, 1 de junho de 2017

O nosso "Dia da Criança"...

Criança eu sou e quero ser,
Revelando a simplicidade de viver.
Invento com suavidade os sorrisos
Abraçando todos os meus amigos.
Nada me impede de sonhar
Çom vontade do mundo mudar
A quem a felicidade não sabe encontrar.
                                             Mariana Rodrigues 

  Hoje o dia foi repleto de muita magia, cor e diversão. As imagens que se seguem falam por si.
  Deixamos aqui o nosso “Muito obrigado” ao Presidente da Junta, Artur Inácio que possibilitou que as crianças fossem o centro das atenções, neste dia que lhes é tão especial.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Dia Internacional da Família

“A família é a base fundamental de toda a sociedade e a escola de toda a criança… por isso consolidemos a Família.” 
O tema da família é frequentemente abordado nas nossas conversas, histórias, projetos, atividades… mas nunca é de mais reforçar o carinho e afeto pelas pessoas que nos são queridas. Hoje comemora-se o Dia Internacional da Família e mais uma vez dialogamos sobre a importância e relevância de uma família feliz, seja ela grande ou pequena, barulhenta ou silenciosa… há muitas maneiras diferentes de ser uma família e cada uma é especial independentemente do tipo que ela é.  
Como miminho elaboramos um singelo postal para ofertamos à nossa querida família. 

Temos connosco umas famílias especiais, fabulosas e criativas que aceitaram prontamente, com todo o entusiasmo e originalidade, o desafio das nossas educadoras para elaborar uma flor com material reciclado. E hoje não podia ser o melhor dia para revelarmos as obras de arte que decoram a entrada do nosso Centro Escolar. 
Para concluir deixamos o vídeo da Alda Casqueira com a bonita música "A minha família". 
"Não há neste mundo que me faça feliz assim, que ter a minha família bem juntinha a mim."

domingo, 7 de maio de 2017

Feliz dia (da) Mãe...

    Após alguns dias de dedicação eis que podemos finalmente presentear a nossa Mãe. Foi difícil guardar segredo mas valeu a pena! Temos quase a certeza que ficarás feliz com os miminhos que te oferecemos. Em cada um deles está todo o nosso amor e reconhecimento por tudo aquilo que fazes, dizes, pensas, sonhas,… para cada um de nós. Obrigada querida mãe! Desejamos com todo o carinho que sejas muito feliz, comigo sempre a teu lado.

Para ti mãe deixamos esta música e um grande xi-coração!

sexta-feira, 28 de abril de 2017

É segredo...

Inevitavelmente temos andado mais caladitos por estes lados pois estamos envoltos em projetos que estão no segredo dos deuses… É sabido que o dia da mãe está a aproximar-se e claro queremos, e muito, presentear alguém tão especial! Tem sido com muito compromisso que nos temos dedicado a pintar, picotar, desenhar, cortar, esponjar, cantar, declamar entre tantas outras coisas.

 Falar da nossa mãe é tão fácil e ao mesmo tempo tão difícil… Ela é capaz de grandes coisas pois é sem dúvida uma supermulher! Temos refletido sobre o que a mãe faz e nos dá todos os dias, e as histórias ajudam-nos a efetuar um pensamento mais profundo. Entre algumas histórias destacamos, agora, aquela que retrata muitas coisas que uma mãe sente pelo seu filho em diversas situações.
                       
Todos entendemos que temos a mãe mais maravilhosa e especial do mundo e cada um de nós sabe apresentar argumentos para sustentar essa afirmação. Também reconhecemos que o seu amor por nós começou desde que começamos a crescer na sua barriga!
Quando se fala de beleza todos afirmamos a nossa mãe é a mais bonita de todas. Vendo os retratos que nós fizemos das mães entendemos que cada uma é bonita à sua maneira.
E por hoje ficamos por aqui. Já desvendamos alguma coisa mas tudo ainda fica em segredo. 

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Liberdade, liberdade...

Quando questionados sobre porque amanhã não haveria Jardim-de-infância prontamente respondemos: “- É feriado!..”. O que não conseguimos de imediato retorquir foi à questão: “- E porque é feriado em Portugal no dia 25 de abril?”
Para ficarmos um pouco mais elucidados escutamos uma pequena história que possibilitou entendermos o significado desse feriado.  
              
Apesar de ser-nos um pouco difícil imaginar como seria viver numa sociedade onde não era permitido expressar as nossas ideias e convicções e onde a tristeza e opressão estava instalada no país, foi-nos porém possível compreender que devemos valorizar o que foi conseguido com a coragem e determinação de um povo unido. O 25 de abril será sempre o dia onde é comemorado a liberdade… e ser livre é tão bom! 
A revolução dos cravos.

"A liberdade não é estarmos presos: é estarmos presos e felizes, às pessoas e às ideias que amamos.”                 Miguel Esteves Cardoso

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Ainda nada?

Após a interrupção da Páscoa cá regressamos, cheios de saudades, para partilhar novas brincadeiras e novas experiências. As novidades eram imensas mas conseguimos explanar tudo a todos. E muito calmamente retomamos às nossas rotinas. As nossas educadoras apresentaram-nos a história “Ainda nada?” que nos permitiu, posteriormente, refletir um pouco sobre as sementeiras que havíamos realizado antes de irmos de férias.

Constatamos que em algumas sementeiras aplicava-se o termo “ainda nada” e noutras “alguma coisa”. Verificamos que algumas sementeiras não chegaram a vingar pois estavam secas, com falta de água. Outras tinham crescido significativamente e outras ainda estavam a desenvolver-se lentamente.

 Todos fomos unânimes em afirmar que as plantas precisam de atenção e cuidado e como tinham ficado sozinhas não conseguiram sobreviver (faltou o nosso miminho). Ficou assente que iríamos fazer novas sementeiras. 
Os registos da história e as flores que "nasceram" para decorar o nosso placar da sala.
E a música que hoje escolhemos para cantarolar foi esta: